29 de out de 2010

Lemmings (Snes)

Confesso que não conhecia essa pérola retrô até meados de abril de 2009, quando adquiri meu Guiness Book Gamers Edition 2009, numa edição do Rio Anime Club (Ou era o Anime Center? Enfim, releva). Folheando as páginas deste livro bem bacana (só não gostei do babaovismo a certos blockbusters recentes *cof cof Bioshock Cof cof God of War*), encontrei excelentes
franquias antigas, como Leisure Suit Larry, e a própria Lemmings, cujo review farei hoje.





Lemmings
Produtora: Sunsoft
Desenvolvimento: Psygnosis
Plataforma: SNES (existem outras versões, mas o review é da de SNES)
Gênero: Puzzle
Jogadores: 1/2

O Jogo

Lemmings é um jogo que não tem história, já que a base dele é ir de ponto a a ponto B do cenário, usando habilidades especiais dos Lemmings para chegar lá com uma determinada porcentagem de Lemmings viva. Então, para enrolar esse parágrafo, vou inventar algo: Seres da Filhadaputolandia estão invadindo a Terra dos Lemmings a... LemmingLandia! Então, no papel do PÓÓÓÓÓÓI TODO PODEROSOW, você irá controlar os Lemmings rumo a terra prometida, aonde haverão jogos, bebidas e prostitutas. Sim, o PÓÓÓÓI TODO PODEROSOW é o Bender, de Futurama. E assim, chega a hora de quebrar a cabeça em meio a cenários que desafiam a cuca do jogador.

Jogabilidade

A versão para computadores, possui vantagens sobre as de console pelo uso do Mouse, mas ainda assim, os controles respondem perfeitamente bem no SNES, cabe você a usar as diversas habilidades dos Lemmings para chegar ao fim do fase, existem habilidades como cavar, bloquear, picaretar (com picareta, não essas coisas de politica), quebrar paredes, auto explodir, escalar paredes. Tudo funciona bem e basta um pouco de paciencia pra achar o caminho certo. Basta um pouco de paciencia, e a dica do inicio de jogo ajuda muito.





Gráficos:

São bons, mas claramente foram postos um pouco de lado em prol da jogabilidade ágil. Apesar dos Lemmings estarem reconhecíveis, são muito pequenos. Os cenários são bem criativos e mostram o desafio ao jogador. E não tenho nada a falar mais sobre isso.
Sons:

As músicas de Lemmings são bem animadinhas e ajudam a passar o clima cômico do jogo. Os poucos efeitos sonoros ajudam nisso, mas não tanto quanto numa outra série famosa pela comicidade (Worms). Ainda assim, as musicas e os efeitos de Lemmings cumprem com louvor seu papel.

Finalizando:

O Primeiro Lemmings já mostrou o potencial que a série tinha, e isso se prolongaria por um bom tempo. Humor e estratégia na dose certa, resultam em diversão instantânea e queima de neurônios durante um bom tempo. Altamente recomendado.

Nota: 8/10


Um comentário: