28 de abr de 2010

Contra (Nes)


Produtora:
Konami
Ano: 1988
Gênero: Ação
Plataforma: NES

Já comentei anteriormente que tive uma madrugada
muito produtiva outro dia, né?


Então. Depois de terminar Might Final Fight e fazer aquela grande descoberta. E antes de me entregar ao vício constante de Clu CLu Land. Resolvi encarar um desafio antigo que já me deixava saudades.

Peguei a milagrosa manha de 30 vidas, chamei minha amiga e caímos na balada.

Arrasa Nem!




Como é o Bafão?: (B) Boato de Serviço!


No ano de 1957, um misterioso meteoro caiu em uma ilha da América do Sul. 30 anos depois, descobre-se que o meteoro trouxe consigo vida alienígena!

O líder dos aliens, chamado Red Falcon, planeja fazer um ataque fulminante no planeta Terra, acabando com toda a humanidade! Dois soldados veteranos, Scorpion e Mad Dog, são convocados para salvar o mundo, tendo a difícil missão de infiltrarem na ilha do inimigo e exterminar todo ser hostil que tente impedi-los de destruir Red Falcon.

Essa história é básica.

Dois super soldados lutando contra super alienígenas, mas o final do jogo abre um leque para diversas dúvidas. A ilha explode e ele fogem de hilicóptero, certo?

E todas as pessoas da ilha morreram?

Se a ilha era deserta, porque se preocupar com os aliens que em 30 anos não fizeram nada e nem saíram dela?

Sei não. Acho que esses caras só queriam ir pra algum lugar sozinhos para fugir do preconceito homossexual sofrido pelos militares. Nada mais que isso.


Produção: (A+) Dimmy Kier!

Você tem certeza que esse jogo é 8-bits?

Contra espreme
(nunca achei tão estranho escrever um palavra em minha vida como essa) o Nintendinho até o talo. Os cenários são diversificados e muito variados. Os chefes são criaturas gigantes bem articuladas. Os inimigos possuem ótima animação. E os soldados são sexys de tão bem feitos.
Os efeitos especiais são de muito bom gosto, destacando-se as explosões que ocorrem com muita frequência. E se não bastasse tudo isso, a produtora fez um trabalho de divulgação dessa festa tão grande que a pista está sempre lotada de inimigos sem absolutamente nenhum atraso.

Se Joga na Super Lotaçao de Tela!

Bate Cabelo:

Perfeita!

As músicas são frenéticas e empolgantes. Ao ouví-las conseguimos sentir toda a adrenalina dessa aventura. Se fecho meus olhos consigo ouvir claramente as batidas meio Techno dessa trilha.

Os efeitos sonoros são bem feitos. Existe até um barulho esquisito que parece um grito de dor quando o personagem morre.

Contra é para gravar em um CD, colocar no celular e sair por aí, balançando cabecinha no maior estilo Fat Family!

Baby Baby Baby!


Corêo!: (A-) Balé na Corda Bamba!

Imagine um grupo de balé dançando em cima de uma ponte estreita no alto de um precipício, sem proteção.

Imaginou?

Pois é.

Jogar Contra é exatamente assim. Todos os seus movimentos devem ser calculados milimetricamente para evitar a morte. O menor contato com a menor das partículas te mata.

Fora esse detalhe é um jogo de ação básico, um botão atira e o outro pula, nada mais. O maior destaque da dança ficam com os cenários que variam muito no quesito dinâmica.

O jogo começa seguindo para a esquerda, depois para cima e até para dentro da tela. Espetacular, uma variação rara em jogos da época. Parabéns aos coreógrafos!

Dali, manha de 30 vidas, nesse exército de Poisons Ivys.


Balada: (A-) Pool Private Party!

Esse evento é selecionado. Não é qualquer Pão Cum Ovo que pode participar, por isso acaba se tornando um pouco frustrante. Nada que uma cortesia com código não resolva.
Contra é um dos mais emocionantes games de Nes para jogar de dupla.

Bora, chamar aquele amigo bonitinho para ilha deserta para matar a vontade d... Ops!

Os aliens. Eu ia falar dos Aliens. Juro!


Onde o jogo SE JOGA?

A temática militar entrega qualquer título. Um casal de soldados sarados e gostosos enviados para um ambiente em missão perigosa e secreta.

É ou não é um enredo de filme pornô gay?


Só no Carão!

As Soldadinhas são de porcelana chinesa. Se não bastasse a dificuldade do jogo ser absurda, as bibas morrem quando escostam em qualquer coisa. Parece que os inimigos são feitos de veneno. Não sei de onde tiraram essa idéia, os caras são dois soldados bombados literalmente cheios de "não-me-toque".

Ah! Fala Sério.


Nota Final: (A-) Contra,
Desce e Arrasa!




Gabriel SemBr

11 comentários:

  1. "As Soldadinhas são de porcelana chinesa. Se não bastasse a dificuldade do jogo ser absurda, as bibas morrem quando escostam em qualquer coisa. Parece que os inimigos são feitos de veneno. Não sei de onde tiraram essa idéia, os caras são dois soldados bombados literalmente cheios de 'não-me-toque'.

    Ah! Fala Sério."

    É fato! Os protagonistas morrem até se encostarem nos mochileiros, é ridículo. Ri muito com essa última parte XD.

    Esse é mais um daqueles games nos quais os personagens de ambos os jogadores são iguais. E acho a versão de NES superior à original.

    ResponderExcluir
  2. Haha, hilário, só pra variar.
    Joguei muito contra no NES do meu amigo e gostava bastante.
    Ótimo post, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Hilário Gabriel! Parabéns!!! Só um adendo se você quiser dar uma olhada na versão Japonesa, existem algumas diferenças, como o final e um mapinha antecedendo a fase que vais jogar, por exemplo.

    ;)

    ResponderExcluir
  4. Contra... joguinho viciante e difícil pra caramba! Sem o macete das 30 vidas é quase impossível terminar esta bagaça! No mais, Contra é crááááássico!!!!

    ResponderExcluir
  5. Pô! Como é a manha de 30 vidas? Se eu soubesse disso já tinha zerado tbm... :P

    ResponderExcluir
  6. @ANTIDEUS
    Acho a versão do Nes a melhor de Contra do mundo. A de Nintendo DS se aproxima dela.

    @Léo S.
    Valeu!

    @Nesbitt
    Eu pensei sobre isso, mas não consegui me lembrar o que eram essas diferenças e sabia que eram importantes. Esqueci desse detalhe do final. E tava ansioso já pra terminar o post. Aí faltou. Valeu pela dica.

    @André Breder
    Você só é um Retrogamer de verdade quando consegue chegar na última fase de Contra sem manha. Zerar assim não é para mortais. Quando criança eu conseguia hoje perdi um pouco o jeito.

    @Thiago Zolini
    Cima, Cima, Baixo, Baixo, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, B, A. Aperta Start pra jogar de 1 ou Select e Start pra jogar de 2. É uma variação do famoso Código Konami.

    ResponderExcluir
  7. "Sei não. Acho que esses caras só queriam ir pra algum lugar sozinhos para fugir do preconceito homossexual sofrido pelos militares. Nada mais que isso."

    RINDO ALTO DEMAIS AQUI AEUHAEIUHAEUIHAEIUAHAEIUAHEIAUE!!!

    Porra, uma das melhores resenhas que já li do Contra!!

    ResponderExcluir
  8. @Cosmão
    Muito Obrigado pelo elogio.
    Gostei muito de escrever esse texto, porque quando o game clássico e todo mundo já conhece, eu posso falar quanta besteira eu quiser e mostrar a minha visão pura sobre ele.

    ResponderExcluir
  9. "A temática militar entrega qualquer título. Um casal de soldados sarados e gostosos enviados para um ambiente em missão perigosa e secreta.

    É ou não é um enredo de filme pornô gay?"

    To rindo litros aqui.

    Curiosamente, acho contra fraco com relação a sua sequência Super Contra (Super C no ocidente), acho que se tivesse jogado o Contra antes do Super Contra, não gostaria tanto da série como gosto hoje. Mesmo eles sendo mais sensíveis que um periquito reumático.

    ResponderExcluir
  10. @Kyo
    Não dá para entender porque eles morrem tanto. Eu joguei pouco a versão para Snes, mas gosto dela. A de Mega parece impressionante, mas nunca joguei. Darei um chance assim que possível.
    ...
    Risadas são um bom sinal!

    ResponderExcluir
  11. Olá meu nome é Deyvid e sou o responsável pelos enlaces de www.jogos96.com, eu visitei o blog de vocês que é o http://newoldplayers.blogspot.com e me pareceu ser de grande qualidade para o usuário, sem incomodas publicidades e muito bom gosto no conteúdo. Por isso eu gostaria de realizar um intercambio de enlaces com a sua página, a nossa web possui mais de 50.000 visitas diárias, sendo uma das páginas de jogos mais visitadas do Brasil, atualizamos com mais de 5 jogos diariamente e estamos produzindo nossos proprios jogos com exclusividade que só poderão ser visto em nossa web para oferecer algo que ninguém oferece no Brasil.

    Lhe agregariamos em um enlaces em nossa seção de blogs amigos, onde só colocamos blogs de alta qualidade e vamos colocar um numero limitado de enlaces. Você teria em mãos um link muito valioso que te fará subir no google e receber mais visitas, e por sua vez lhe benefiaria de nossas visitas que poderão acontecer em sua página e conhece-la através do enlace que lhe colocaremos.

    Esperamos a sua resposta, obrigado antecipadamente e saudações.

    ResponderExcluir