1 de abr de 2015

Os primeiros 10 minutos de: Bloodborne


Olá leitores do site, estarei fazendo algumas primeiras impressões de alguns jogos e o primeiro da vez é o tão aclamado exclusivo para PS4 Bloodborne, vamos começar?

AVISO: Este artigo pode conter sérias criticas sobre o jogo, se você não concorda com tudo o que é escrito, por favor defenda a sua opinião nos comentários.

Primeiramente após uma longa espera para carregar o jogo, me deparei com um sistema de classes bem simples, pude jogar apenas com uma, pois como o título sugere, joguei apenas 10 minutos, você inicia o jogo em uma sala "vazia" e aprende os comandos do seu personagem, logo a frente existe uma espécie de cachorro gigante para você treinar o que aprendeu com a arma escolhida. Até ai tudo bem, porem fui percebendo que o jogo apresenta um sistema idêntico ao Dark Souls (pois foi feito pela mesma produtora) e isso não é bom, pois para mim o jogo é apenas uma "mascara" para chamar o jogo de novo.

Mesmo sistema de pontuação, mesmos estilos de armas (testei um machado e uma espécie de arma de fogo), o jogo apresenta tudo o que vemos nos jogos anteriores e deixa um pouco a desejar, pois isso não é tão revolucionário quando diziam lá em meados de 2014 (também vi a demo do jogo na BGS) .

Conclusão: Dark Souls Bloodborne é um bom jogo, para quem não jogou Dark Souls e quer ter uma experiência nova, agora para quem já jogou os jogos anteriores da From Software, não vai achar dificuldade em jogar e vai ver que tudo é igual no jogo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário