11 de fev de 2011

Mortal Kombat Advance


Vamos lá, primeiramente, eu não queria fazer o review deste jogo. Sério, esse jogo traz uma lembrança ruim em mim. Após jogá-lo, estava comentando com uns amigos sobre ele no Twitter, e obviamente, estávamos detonando ele. E sim, você sabe que Mortal Kombat Advance é uma porcaria. Pois bem, pouco tempo depois de detoná-lo no twitter, sinto fortes dores de estômago e tive que ir ao banheiro. Digamos que a quantidade de merda que fiz equivale ao jogo, e eu fiquei quinze minutos lá barreando na privada. A idéia de fazer o review veio depois de uma conversa curta com um amigo no trabalho, eu comentei da merda do jogo, e ele me perguntou: Fez review? Agora, venham comigo nesse sofrimento!


Mortal Kombat Advance
Produção: Midway
Plataforma: Game Boy Advance




Mortal Kombat Advance é uma adaptação de Ultimate Mortal Kombat 3, a expansão de MK 3. O jogo tem a premissa dos lutadores se espancando pra ver quem derrota o supremo MAL denominado Shao Khan. É claro que tem uma mitologia interessantíssima por trás disso tudo, criada por Ed Boon, mas como não estou com tempo disponível para fazer uma pesquisa mais a fundo sobre o assunto. O Importante é: A coisa foi mal adaptada e o jogo é uma tremenda porcaria!


Vamos começar falando mal da jogabilidade. A versão de SNES não era das mais geniais, mas a jogabilidade era pelo menos boa, os comandos saíam direitinho, e os fatalities como sempre, uma miserabilidade pra fazer. (Até hoje, em todos os Mortal Kombat clássicos, só consegui fazer um fatality com o Shang Tsung no 2 do Mega) Acima de tudo era divertido entre amigos (E com o macete para fatalities com 1 botão, ficava mais legal). Aqui há confusão nos comandos, atraso de respostas e erros grotescos, como um gancho que deveria derrubar o adversário para trás, derruba pro lado oposto. Foi uma tortura de quase 20 minutos só pra colher fotos.

Graficamente o jogo parece bom, digo parece porque na prática, a coisa fica feia. Cenários sem vida e personagens que simplesmente não deviam estar lá. As animações são confusas, definitivamente nada funciona. O jogo parece todo arrumadinho até você escolher seu lutador.




Sonoramente é uma desgraça, as músicas são poucas e as vezes tocam em cenários que não condizem com as músicas originais, as vozes são as mesmas do SNES, mas ainda assim funcionam mal, porque... Bem, porque não ficaram bem transpostas. Os efeitos sonoros são uma desgraça, e em nada lembram o do SNES.





Ao contrário de outros games de luta do GBA, Mortal Kombat falha miseravelmente em todos os aspectos possíveis, se tornando parte daquilo que é de praxe nos consoles, o showeware, ou simplesmente mais uma porcaria entre milhares lançadas no GBA, e leva uma sonora nota 0,0 e nosso selo Ibis de qualidade.


Tabela de atributos:
Gráficos: 1/10
Sons: 1/10
Jogabilidade: 0/10
Diversão: 0/10
Replay: 0/10

Nota final (não é média): 0/10

5 comentários:

  1. Já ouvi falar da má qualidade desse jogo, mas ainda não o joguei. É uma pena que tenham feito isso com o UMK3 e o mesmo vale para outros ports.

    ResponderExcluir
  2. Esse jogo foi defecado.

    Ainda traduziram ele!

    Vai entender...

    ResponderExcluir
  3. Ele é tão bom quanto um tratamento de canal com uma furadeira!

    Pessíma idéia!

    ResponderExcluir
  4. Jimkim000 diz: esse jogo que para nós que eramos viciados em SNES nos anos 90(mentira eu tenho 13 mas eu ja joguei ele sim)é uma porcaria!!!! :/  

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, sempre gostei de jogar MK, é meu jogo favorito, achei ate uns clones do mortal kombat kkk, quem quiser dar uma olhada o link ta aqui https://www.youtube.com/watch?v=hNMIH4-VhFw

    ResponderExcluir