25 de nov de 2010

Super Star Wars (SNES)

Estou de volta, mais uma vez, depois de um período com a internet ruim. Coisas boas, muito boas aconteceram na minha vida. Pois bem, a minha última odisséia aqui tinha sido com o bacana Lemmings, hoje viajaremos para uma galáxia muito, muito distante. Sim, estamos falando de um excelente universo ficcionário com batalhas épicas, mestres saídos do Muppet Show e espadas que fazem whem! whem! whem! Falo de Super Star Wars, de Snes.
Super Star Wars
Produtora: Lucas Arts
Desenvolvimento: JVC
Plataforma: SNES
Gênero: Ação/Plataforma
Jogadores: 1




O Jogo

Os cavaleiros Jedi foram exterminados, O Império comanda a galáxia com mãos de ferro. Um grupo de rebeldes rouba os planos de uma arma do Império, a estrela da Morte.
E bem, se você está lendo isso, deve saber que Super Star Wars é baseado no primeiro filme da trilogia clássica de Star Wars, cujo subtítulo é "Uma Nova esperança". Pois você deve seguir os passos de Luke Skywalker e destruir a Estrela da Morte, cruzando a galáxia.




Jogabilidade:
Simples e direta, como um jogo de Plataforma exige, você controla Luke (e posteriormente, Han Solo e Chewbacca) em cenários do filme, há dois tipos de armas para Luke, o sabre de Luz (após encontrar Obi Wan) e a pistola, e para Chewie e Han, apenas a pistola, que pode ser fortalecida com Power Ups. Os chefes, tem padrões de ataque, que se decorados, podem ser facilmente sobrepujados. E em certos chefes, uma arma pode ser mais eficaz que a outra.

Há seções em
que se controla o veículo de Luke, e se deve destruir Jawas e ir rumo ao destino (como a fuga de Mos Eisley), e há uma variação que se controla a X-Wing e se deve destruir Tiers e torres inimigas.

Ainda há uma sessão simulando a última cena de ação do filme, aonde Luke deve dar o disparo certeiro para destruir a estrela da morte, após o contador chegar a zero. Mas para ser bem sucedido, espere até ouvir a voz de Obi-wan: "Luke, use a força", pois senão terá que repetir o trecho.




Gráficos:

Os cenários estão excelentes e fiéis as ambientações dos filmes. Os personagens estão semelhantes as suas contra partes reaid, embora o Luke não esteja tão parecido com o Mark Hamill, mas o Harrison Ford tá parecido com o Han Solo, digo, o contrário. Chewie nem se fala. Entre as fases, há pequenas cutscenes mostrando cenas do filme, embora tenha alguns defeitos como ver as letras do texto entre as imagens e ver parte do texto da cutscene anterior na seguinte. Mas a fidelidade alcançada pela produtora, mostra que o empenho foi grande.
Sons:

Nada mais do que épico. Todos sabem a qualidade da trilha de John Williams nos filmes, e ela foi excelentemente transposta para o jogo. A fidelidade aos filmes ajuda a ambientar e os sons do sabre, os jawas e tudo mais.

Finalizando:
Essa história de que todo jogo baseado em filme é ruim é pura balela! Tudo bem, o jogo saiu quase 15 anos depois do primeiro filme, mas é explendido, fiel e te dá a sensação de lutar pela aliança rebelde. E que a força esteja com você na hora de chutar bundas de storm troopers!

Nota: 8,5/10

3 comentários:

  1. Excelente jogo!

    Aliás toda a série Star Wars do Super Nintendo é fabulosa, principalmente o Retorno de Jedi!

    ResponderExcluir
  2. Nunca joguei e sempre li coisas boas, talvez eu dê uma tentada nele depois.

    Belo review!

    ResponderExcluir
  3. HA JOGUEI MUITO!!!! Esse foi um dos jogos de SNES que eu mais curti, e joguei demais!! Muito balanceado, muito bonito, muito diversificado, e demais muitos cabíveis xD

    Também não concordo com esse papo de que tudo baseado em filmes é ruim, mas reconheço uma coisa: na época 8 e 16 bits é que saiam as belas adaptações, pois com a chagada do PSx/N64 e seus graficos poligonais com enfase em exploração, os jogos baseados em filmes tiveram uma queda de qualidade TREMENDA!!

    ResponderExcluir