30 de abr de 2010

Resident Evil 4 (PS2)

Por: André Breder Rodrigues



Ficha Técnica:
Ano de lançamento: 2005
Produtora: Capcom
Console: PlayStation 2
Gênero: Ação/Tiro em terceira pessoa/Survival horror
Número de jogadores: 1

Introdução:

Antes de mais nada quero deixar claro que não sou um fanático pela franquia Resident Evil. Eu até tentei jogar as versões mais clássicas lançadas para o PlayStation One, mas não curti.
O gênero “Survival horror” é muito “paradão” para minha pessoa, por isso demorei um certo tempo até jogar o tão falado Resident Evil 4. O que me fez dar uma chance e jogar o quarto capítulo (e sexto jogo da série em ordem de lançamento) da franquia milionária da Capcom foi os comentários que li a respeito do jogo, dizendo que o mesmo tinha muito mais ação do que os games anteriores, e estava mais para um jogo de tiro em terceira pessoa do que um survival horror cheio de puzzles chatos.

Mesmo assim peguei o “bendito” para jogar meio desconfiado, pensando “acho que não vou gostar”. Ledo engano, pois Resident Evil 4 mostrou já nas primeiras hora de jogo ser realmente um game de ação eletrizante!

Em Resident Evil 4 o protagonista é Leon S. Kennedy, um (famoso para os fãs da série) sobrevivente do incidente em Raccoon City e que hoje trabalha como agente do governo americano. Leon tem a difícil missão de resgatar Ashley Graham, a filha do presidente, que foi raptada e levada para uma remota vila espanhola, por membros de um culto misterioso.
Chegando no vilarejo conhecido como Pueblo, Leon se depara com uma horda de moradores hostis e fervorosamente religiosos, que são capazes de dar suas vidas pelos “Los Iluminados”.

Inimigos mais ágeis do que zumbis molóides

Em Resident Evil 4 os inimigos não são os clássicos zumbis lerdos dos games anteriores, e sim os “Ganados”, pessoas que foram infectadas por um parasita que fica conhecido como La Plaga (A Praga). Este parasita faz com que a pessoa por ele infectada fique totalmente e cegamente fiel às ordens de Osmund Saddler, o líder do culto Los Illuminados e responsável por infectar os habitantes do vilarejo espanhol. Como não são mortos-vivos podres, os “Ganados” podem se esquivar, manejar armas e projéteis, agir coletivamente e se comunicar uns com os outros. E pra dificultar ainda mais a vida de Leon, à medida em que as pragas crescem, elas desenvolvem nos seus infelizes hospedeiros transformações que os tornam verdadeiros monstros, como é o caso dos “El Gigantes” (Os Gigantes), homens que são a espécie resultante de vários experimentos com as “Plagas”.


Com inimigos tão complexos e perigosos, Leon tem a sorte de poder ir adquirindo no decorrer do game um verdadeiro arsenal militar, de dar inveja ao “Rambo”. O “simpático” mercador do game sempre tem coisas interessantes e utéis para vender, onde basta o jogador ter grana suficiente para poder comprar até mesmo um destruidor “Lançador de foguetes”.

As clássicas “ervas” curativas também se fazem presentes, e ajudam o herói a recuperar a energia perdida durantes os combates.
Gráficos e Sonoridade

Graficamente Resident Evil 4 é um game belíssimo e ao mesmo tempo assustador! O jogador irá ter que passar por diversos tipos de cenários durante o jogo, cada um mais horripilante do que outro, e onde a equipe do game teve todo o cuidado e o capricho para deixá-los o mais próximo de um ambiente real possível. Pelo formato de tela do game ser Widescreen, e também por conta de sua ambientação ampla, é impossível não ter a sensação de estar controlando um filme e não um game ao jogar Resident Evil 4!
O game é bem violento: cenas de decaptações, cabeças explodindo, membros sendo arrancados, etc, são acontecimentos corriqueiros no universo do jogo, e todos estes momentos de pura carnificina são retratados na tela com um realismo impressionante!

Como já dito antes, os inimigos são bem ágeis, e portanto possuem uma animação excelente, parecendo mesmo que são pessoas de verdade até mesmo nos menores atos. Vale elogiar também o design bacana de todos os “seres” que habitam o mundo de Resident Evil 4, desde os humanos até os monstros desfigurados e “medonhos” que cruzam o caminho do jogador durante a trama do game.
Resident Evil 4 traz uma sonoridade fantástica, assustadora e totalmente envolvente! Os efeitos sonoros são bem realísticos quando se trata de sons que existem de fato em nosso mundo, dando ao jogador uma sensação de realidade sem tamanho! A dublagem dos personagens é excelente, e ouvir as vozes dos Ganados quando estes avistam Leon de longe é aterrorizante! Frases como “No lo dejes que escape!” ou “Allí es! No puedes dejarlo a fujir!” é capaz de fazer muitos gamers “borrarem” as calças!
Em relação as músicas, elas são terrivelmente tenebrosas! Em Resident Evil 4 os temas sonoros só aparecem nos momentos cruciais do game (quando um bando de inimigos surgem e começam a te perseguir, por exemplo), e fazem com que tudo seja ainda mais assustador! A maioria dos temas são arrepiantes, com aquele clima de filmes de terror e suspense, mas também há temas grandiosos, como a música que rola durante o confronto com o último chefe do game.
Jogabilidade e Dificuldade

A jogabilidade é um dos pontos fortes do jogo! Esqueça aquela jogabilidade travada dos games anteriores da série! Aqui tudo é mais prático, rápido e intuitivo! O jogador tem uma liberdade impressionante em relação ao que fazer durante os momentos de ação do jogo, sendo que até mesmo objetos jogados em cima de Leon podem ser desviados à base de tiros, ou esquivados. Inimigos que estejam muito perto podem receber golpes diretos, como chutes, e ainda há a possibilidade de usar uma faca para fazer o serviço de aniquilar os adversários, economizando assim a munição das armas.
E falando em armas, a mira infra-vermelha que elas possuem é uma verdadeira “mão na roda”, facilitando muito a vida do jogador, que pode com precisão escolher os locais que julga ser mais contundentes para ferir seus inimigos pra valer. Leon pode ainda empurrar escadas para impedir o acesso de inimigos aos locais onde ele esteja e até empurrar móveis para fortificar janelas e portas.

Resident Evil 4 é um jogo difícil, mesmo no modo normal. Em relação aos puzzles, o game é fácil, pois todos são bem simples, mas o que torna Resident Evil 4 um jogo mais complicado são os cenários cheios de inimigos bem mais inteligentes que os encontrados nos games anteriores, e que não são repetitivos! Quando você acha que já viu tudo no jogo, eis que surgem novos inimigos, que trazem claro, novos desafios para o jogador. Os chefes também dão trabalho, e promovem batalhas épicas! Resident Evil 4 traz chefes únicos, cada qual com sua forma específica de atacar, e também com seus pontos fracos, que devem ser explorados pelo jogador se ele quiser sair vitorioso.
Conclusão

Resident Evil 4 foi um divisor de águas da franquia milionária da Capcom. Apesar de alguns (poucos) fãs mais antigos reclamarem das mudanças que o jogo trouxe para a série, o game foi um estrondoso sucesso, tendo vendido mais de 2 milhões de cópias somente em sua versão para o PlayStation 2, além de ter recebido diversos prêmios e citações positivas em diversos veículos de comunicação.
Os sortudos donos de um PlayStation 2 ainda sairam ganhando em relação aos donos de um Game Cube, pois apesar da versão lançada para o console da Nintendo ser melhor graficamente, a versão do 128 bits da Sony veio recheada de extras que seriam desbloqueados ao se terminar o game por pelo menos uma vez.
Resident Evil 4 é considerado por muitos como o melhor game lançado para o PlayStation 2, e particularmente se tornou um dos meus games preferidos do console. E olha que eu nunca gostei (ou consegui gostar) de Resident Evil…

3 comentários:

  1. Cara, curti a análise, mas não sou muito fã de RE4....... e eu adoro survival horrors heheheehh!!!!

    =D

    ResponderExcluir
  2. André, vou lhe dizer uma coisa: mesmo com Resident Evil 5 aqui dando sopa, vira e mexe eu volto a jogar essa versão do PS2! Por quê? Porque simplesmente ela é perfeita, inovadora e viciante!

    Vamos ver agora o que vão fazer com RE6, já que este terá uma drástica mudança e poderá voltar ao estilo original.

    ResponderExcluir
  3. RE 4 eh o melhor q jah vi de survival...simplesmente own4...belo post!!!

    ResponderExcluir